sábado, 7 de maio de 2016

SEM MIM NADA PODEIS FAZER...





Um cientista vivia preocupado com os problemas do mundo e estava resolvido 
a encontrar meios de melhorá-los.  
Passava dias em seu laboratório em busca de respostas para suas dúvidas.
 Certa dia, seu filho de sete anos invadiu o seu santuário  decidido a ajudá-lo.  
O cientista, nervoso pela interrupção, tentou que o filho fosse brincar em outro lugar. 
Vendo que seria impossível demovê-lo, 
o pai procurou algo que pudesse ser oferecido ao filho com o objetivo de distrair sua atenção. 

De repente deparou-se com o mapa do mundo, o que procurava!  
Com o auxílio de uma tesoura, recortou o mapa em vários pedaços e, 
 junto com um rolo de fita adesiva,  
entregou ao filho dizendo:

 — Você gosta de quebra-cabeças?  
Então vou lhe dar o mundo para consertar. 
 Aqui está o mundo todo quebrado.  
Veja se consegue consertá-lo bem direitinho!  
Faça tudo sozinho. 
Calculou que a criança levaria dias para recompor o mapa.  
Algumas horas depois, ouviu a voz do filho que o chamava calmamente: 

— Pai, pai, já fiz tudo. 
Consegui terminar tudinho! 

A princípio o pai não deu crédito às palavras do filho.  
Seria impossível na sua idade ter conseguido recompor  um mapa que jamais havia visto.  
Relutante, o cientista levantou os olhos de suas anotações,  
certo de que veria um resultado digno de uma criança.

 Para sua surpresa, o mapa estava completo.  
Todos os pedaços haviam sido colocados nos devidos lugares. 

 Como seria possível?  
Como o menino havia sido capaz? 

Então ele perguntou: 

— Você não sabia como era o mundo, meu filho, como conseguiu? 

— Pai, eu não sabia como era o mundo, mas quando você tirou o papel da revista para recortar, 
 eu vi que do outro lado havia a figura de um homem.  

Quando você me deu o mundo para consertar,  eu tentei mas não consegui.  
Foi aí que me lembrei do homem,  virei os recortes e comecei a consertar o homem que eu sabia como era. Quando consegui consertar o homem, virei a folha e vi que havia consertado o mundo. 


Autor: Desconhecido 

quarta-feira, 20 de abril de 2016

JESUS: O maior presente de Deus para o mundo!


O presente alarga o caminho de quem o dá e leva-o à presença dos grandes.
Provérbios 18. 16



Vamos falar agora sobre os verdadeiros presentes. Para que possamos entender esse conceito, imaginemos, antes, algumas situações. Suponhamos que você tenha um problema que depende da decisão de um juiz de Direito e, pelo que sabe, ele não quer julgar sua causa.
O que você eve fazer?
Como pode vir a achar graça aos olhos dele, compelindo-o a julgar com justiça o seu pleito?

Vejamos uma outra hipótese: você ofendeu uma pessoa a tal ponto que ela está decidida a destruí-lo. Você está arrependido e até gostaria de procurá-la para pedir perdão, mas ela está tão irada que a vontade dela é torcer-lhe o pescoço e acabar com a sua vida.
O que fazer então?

Para ambos os casos, ou para qualquer outro, a Palavra de Deus nos orienta a que enviemos os verdadeiros presentes, os presentes espirituais.

O Senhor Deus nos informa sobre a importância do ato de enviar presentes.
O presente alarga o caminho de quem o dá e leva-o à presença dos grandes.
Prov. 18. 16

O presente a que o texto se refere não é o material, citado no capítulo 1. Também, como já foi visto, não é aquele que os corruptores usam para conseguir favores escusos que, além de serem diabólicos, podem piorar a situação e trazer sérias complicações espirituais.

Nós, que somos de Deus, temos um poder espiritual que sequer conhecemos em sua plena extensão. Quando pensamos em poder, logo nos vem à mente a capacidade de expulsar demônios, curar enfermos e realizar tantas maravilhas, como os nossos irmãos do passado fizeram. Mas isso é somente parte do poder que o nosso Deus concede para que façamos a Sua obra.

Falta-nos entender que faz parte a capacidade de dobrarmos nossos joelhos e pedirmos em favor de alguma pessoa, abençoando-a de tal modo que qualquer sentimento de maldade seja dissipado do coração dela. Enviar presentes espirituais é interceder ardentemente não só pelos amigos, mas também pelos que nos odeiam, perseguem ou maldizem. É dedicar tempo não só suplicando bênçãos para aquela pessoa, mas também libertação para que o diabo não mais possa usá-la.

O texto bíblico supracitado ensina que o ato de enviar presentes alarga o caminho, o  qual pode ser compreendido como sua própria revelação sobre as coisas, as pessoas e o próprio Deus, bem como a concepção que outras pessoas têm a seu respeito.


A  CONCEPÇÃO  PRÓPRIA

Quanto ao seu próprio entendimento, que tipo de caminho você gostaria de ter em sua vida: apertado ou largo?
O nosso caminho pode ir se estreitando cada vez mais, ou pode ir se alargando com o passar dos dias. Se tivermos um entendimento estreito, certamente, não teremos condições de ver e de compreender tudo que o Senhor tem para nós. Se tivermos um entendimento maior, a nossa vida será bem diferente do que tem sido até agora. Mas atenção, esse caminho largo a que me referi é o de Provérbios 18, isto é, a condição mais fácil, em Deus, de se conseguir vencer os obstáculos que se interpõem à nossa vida e fé. Não confunda com o caminho largo criticado por Jesus, que é a preferência por uma vida fácil e descomprometida, cheia de prazeres pecaminosos, de desobediência e de irresponsabilidade.


A  CONCEPÇÃO  ALHEIA

Quanto ao entendimento que outras pessoas têm a respeito de nós, este também pode ser alargado, fazendo-nos ser mais bem recebidos porelas. Vamos supor que você, numa infelicidade tremenda, fez alguma coisa ruim para alguém. Hoje, se você  pudesse, desfaria aquele ato, e até se propõe a procurar a pessoa ofendida para se desculpar e repara o erro; mas ela está tão chateada com você que o desejo dela é vê-lo arrasado. Todas as suaas tentativas de aproximação fracassaram. Tudo que ela quer é ter a satisfação de dar uma boa gargalhada ao saber da sua destruição, pois só consegue enxergá-lo como inimigo.
O que fazer?


ENVIE  PRESENTES

Só há uma maneira segura de ser bem-sucedido: mandar presentes.
A Bíblia garante que se você enviar presentes espirituais para aquela pessoa, abençoando-a em oração, ela passará a vê-lo de maneira diferente, porque o seu presente alargar-lhe-á o caminho perante ela.

Pode ser também o caso de um professor que simplesmente não simpatizou com você.
O que fazer?
Envie presentes!
Diga: "Senhor, eu vou abençoar aquele professor que está me prejudicando. Eu vou cobri-lo de bençãos em Nome do Senhor Jesus, vou cercá-lo com Teu amor, vou protegê-lo com Teu poder".

Em seguida use sua autoridade espiritual e repreenda o inimigo que o está usando, fazendo com que ele, que se preparou para ser um mestre, aja como se fosse um delinqüente. Sabemos que a atitude hostil em relação a você ou à turma se deve a uma forte opressão satânica presente na vida dele. Ao liberar o poder que o Senhor lhe concedeu, você vai fazê-lo cair na realidade e agir normalmente. Obedecer ao Senhor, enviando presentes, fará com que o tal professor tenha outra visão da sua pessoa.

Os presentes enviados em o Nome de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo funcionam em qualquer situação. Você pode usar esse método no emprego, quando o empregador não está demonstrando satisfação com o seu trabalho, ou quando os colegas estão lhe prejudicando; no lar, quando o relacionamento conjugal ou familiar não vai bem.

Aliás, muitas vezes, aqueles que se colocam contra nós, que agem como se fôssemos inimigos, são exatamente aquelas pessoas de quem esperávamos receber amor, afeto e compreensão: nossos familiares. Eles se revoltam quando algum membro da família se converte ao Senhor Jesus, tornando-se, por isso, perseguidores daquele novo cristão.

Isso também ocorre outras vezes, quando determinada pessoa, por não ser cristã, tem certo comportamento e, ao se converter, torna-se transformada pelo Senhor, deixando os vícios e a carnalidade para trás. Ora, os antigos amigos,  que estavam acostumados a participar de uma vida pecaminosa com ela, agora, não aceitam sua mudança de vida, seu comportamento de cristão, escarnecendo dela e, às vezes, até mentindo ou inventando calúnias a fim de desmoralizá-la.

Em qualquer situação que você enfrente, o caminho criado pelo Senhor - enviar presentes espirituais - opera.

Esse assunto de enviar presentes, contudo, costuma esbarrar em algumas barreira. Talvez o amigo leitor esteja agora mesmo se remoendo por dentro, pensando em alguém que lhe fez mal, e dizendo: "Como poderei orar, mandar presentes para fulano(a), que me causou tão grande prejuízo?" Em alguns casos, a situação pode estar por demais difícil, pois a pessoa a quem devemos enviar o presente pode ser um estuprador ou um facínora que tirou a vida de algum membro de sua família. Outra pessoa pode dizer: "Aquele indivíduo me prejudicou, falou tanta asneira a meu respeito, foi diante das câmeras de televisão, na delegacia... Não! Eu não posso ter a mínima consideração por tal pessoa!"

Vejamos o que as Escrituras dizem:

Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos e orai pelos que vos perseguem.
Mateus 5. 44

E então, o que você decide ?
Irá obedecer ao Senhor ou vai ignorar o conselho dEle ?
A Bíblia ensina que obedecer é melhor do que sacrificar.

Porém Samuel disse: Tem, porventura, o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios como  em que se obedeça à palavra do SENHOR ? Eis que o obedecer é melhor do que sacrificar...
I Samuel 15. 22




x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



segunda-feira, 18 de abril de 2016

FRUTO DO ESPÍRITO: A FÉ E O AMOR!







O amor apaga o passado
E deslumbra o futuro

Que a gente sonhou

O amor faz calar as intrigas

E cura as feridas 

Que o tempo deixou




A fé faz homem ser forte 

Lutar pela vida
Sem ter medo da morte

É a fé que muda a velha estória

De que o pobre morre pobre 

E não conquista a vitória




Pela fé creu Abraão

E assim foi o Pai 

De uma grande nação 

Mas foi o amor de José

Que os salvou

Quando a fome a seca
A Terra assolou




A fé tem tamanho poder 

Fez Pedro caminhar

Sobre as ondas do mar

Mas foi o amor

Que lhe estendeu a mão

Quando a fé acabou
E ele afundou




Sem fé não há salvação 

Mas é o amor que concede o perdão

Pela fé se encontra um Deus que é amor

A fé é a partida,o amor a chegada

Os dois andam juntos na mesma estrada

A fé,o amor
A pura verdade 
O início de tudo e a eternidade
Na fé e no amor
Caminha a Igreja (pessoas) do Nosso Senhor
x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



sexta-feira, 11 de março de 2016

NA HORA DA ANGUSTIA: DEUS TEM SIDO O SEU SOCORRO?



Salmo 46

Introdução
Quero ler uma das promessas mais poderosas de todas aquelas que encontramos na Bíblia, a Palavra de Deus, está aqui no v.1-7:


“1 Deus é o nosso refúgio e a nossa fortaleza, auxílio sempre presente na adversidade. 
2 Por isso não temeremos, ainda que a terra trema e os montes afundem no coração do mar, 
3 ainda que estrondem as suas águas turbulentas e os montes sejam sacudidos pela sua fúria. 
4 Há um rio cujos canais alegram a cidade de Deus, o Santo Lugar onde habita o Altíssimo. 
5 Deus nela está! Não será abalada! Deus vem em seu auxílio desde o romper da manhã. 
6 Nações se agitam, reinos se abalam; ele ergue a voz, e a terra se derrete. 
7 O Senhor dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é a nossa torre segura... 
9 Ele dá fim às guerras até os confins da terra; quebra o arco e despedaça a lança; destrói os escudos com fogo”. (Sl 46.1-7, 9).

Que palavra tremenda... Deus está dizendo para nós: “Você nunca mais precisará ter medo. Ainda que terremotos sacudam a terra, ainda que o tsumani venha dos oceanos e os montes se desmanchem no meio dos mares... as coisas podem estar num completo caos, mas você terá paz como a de um rio passando”.

Pela televisão, temos visto como o mundo inteiro anda perturbado.
É terrorismo, terremoto... tornados... enchentes e desabamentos... e são problemas pessoais e sofrimentos que se acumulam.

Mas, amado, em meio a tudo isso, este Salmo 46 faz soar a voz de Deus: “O Meu povo não será destruído... Eu serei o socorro, o socorro bem presente na hora da necessidade”, [aleluia!] diz o Senhor.

Você compreende o que Deus está dizendo neste Salmo? Deus chama a Si mesmo de “socorro bem presente”. Aleluia!

Deus sabe que temos necessidades e problemas terríveis... Deus sabe que todos sofremos dificuldades, que sofremos tentações, e que passamos por fases que nos perturbam a alma.
Pois a mensagem de Deus para nós aqui, no Salmo 46, é exatamente para momentos como esses: tempos de necessidade, de aflição e angústia.

Qual é a mensagem? Simplesmente essa: que há uma paz sobrenatural, paz como um rio, que vem da presença do Espírito de Deus, quando Ele habita em nós.

Eu quero compartilhar com você o que aprendi desse Salmo.

...em primeiro lugar:
1. Admitir Que Há Um Mal Bem Presente
O v.1 fala de “socorro bem presente”, porque há um mal bem presente.
O apóstolo Paulo chegou a declarar isto: “...Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim” (Rm 7.21). E numa carta, ele escreveu estas palavras: “pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais” (Ef 6.12).

Portanto, pela Bíblia, somos ensinados que existe um inimigo muito real.
E esse inimigo está em ação contra nós o tempo todo... de dia e de noite ele não pára... e esse inimigo, a Bíblia revela, é Satanás, o diabo.

Esse nosso adversário é um inimigo bem presente... Satanás nunca dorme, ele nunca deixa de mentir, nunca deixa de promover divisão, e nem de fazer o mal contra nós. O objetivo dele é nos levar à destruição.

Por isso, quando você lê a Bíblia, você lê isto: “Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar” (1Pe 5.8-9).
Pedro, um dos discípulos de Jesus, vivenciou isso por experiência própria. Jesus avisou: “Simão, Simão, Satanás pediu vocês para peneirá-los como trigo” (Lc 22.31). Jesus sabia que o diabo queria destruir esse discípulo. Então, Jesus advertiu a Pedro sobre o que aconteceria.

Amado, há um mal bem presente e podemos ser atacados por ele!
Certa vez, um consagrado pastor foi convidado por um colega para falar no culto da igreja. Era um homem muito abençoado. Enquanto ele pregava, as pessoas eram tocadas pelo poder de Deus. Mas de repente, no meio da mensagem, ele parou, deu um passo para trás e chamou o colega. Com voz calma, mas tremendo, ele cochichou: “Preciso que você ore por mim. Por favor, imponha suas mãos sobre mim agora mesmo. Maus pensamentos estão embaralhando... Há anos que não passo por isso. Ore por mim”. O primeiro pensamento do colega deve ter sido: “Chamei o homem errado para pregar”. No entanto, o fato é que ali estava um servo de Deus, dedicado! O que se passou é que, Satanás, estava chegando a ele no momento menos esperado: quando ele estava em meio a uma poderosa pregação... Então, aquele humilde homem pediu: “Ore por mim... você me conhece; sabe que esses não são os meus pensamentos!”...então, os dois oraram e logo o ataque cessou.

Isto serve para nos lembrar de quão bem presentes são os ataques do inimigo contra o povo de Deus, contra as pessoas que servem a Deus.

A quem você acha que o diabo ataca mais?
Ouça, Satanás não vai se preocupar em atrapalhar a vida dos seus próprios filhos. Isso porque ele já os têm sob controle.

Sabe, de algumas pessoas, Jesus disse o seguinte, lemos em Jo 8.44: 
“Vocês pertencem ao pai de vocês, o Diabo, e querem realizar o desejo dele”.

Amado, as armas do diabo estão apontadas contra umas poucas e escolhidas pessoas.
O diabo está atrás daquelas que, em seus corações, se determinaram obedecer a Deus.

Porque, tais pessoas, estão apaixonadas por Jesus, e se trancaram no quarto de oração para estar com Ele e se deleitar em Sua presença... tais pessoas estão determinadas a andar na unção do Espírito Santo, e a obedecer a cada palavra de Deus.

Portanto, se você é um crente assim, compromissado com Deus, há algo de que precisa se conscientizar: você nunca estará livre dos ataques do diabo... Satanás tem uma coisa na mente, e essa coisa é minar a sua fé... é fazer com que você duvide da fidelidade de Deus.

Então, ele vai criar problemas, vai trazer lutas... até que finalmente você se pergunte: 
“Como Deus pode estar comigo no meio de tudo isso?”.

Há pessoas que serviram a Jesus por toda a vida, mas que agora, estão começando a duvidar do Senhor em meio aos seus problemas.
Por quê? ...porque simplesmente elas não entendem o quê estão enfrentando... elas não se conscientizam de que estão sob ataque espiritual.

Não se engane: os ataques do inimigo são mais ferozes nestes últimos dias.
Eu penso que, nos dias de hoje, nós precisamos mais da direção de Deus, do que precisava o povo em tempos atrás.

Porém, Satanás quer nos convencer de que Deus nos abandonou, justamente quando mais precisamos dEle.

Portanto, a realidade é esta: estamos em batalha constante. Você precisa admitir que há um mal bem presente.

...mas, desse Salmo 46, aprendo uma segunda lição:
2. Eu Preciso Crer Que Na Hora da Necessidade, Deus é o Meu Socorro Bem Presente
A expressão “bem presente” quer dizer “sempre à disposição, sempre acessível”.
É isto: a presença de Deus está conosco, está sempre em nós... e se Deus é bem presente em nós, então Ele deseja ajudar-nos!

Deus deseja nos ajudar, nos socorrer... não importa onde estejamos: no trabalho, na escola, ou em casa com a família, ou com os amigos... Deus está conosco!

Agora, o inimigo quer que a gente pense que Deus deixou Satanás crescer em poder, e que nós ficamos abandonados... sem socorro, sem ajuda.

Mas não! Não é assim! Amado, na Bíblia nós lemos isto: “Vindo o inimigo como uma corrente de águas, o Espírito do Senhor arvorará contra ele a sua bandeira” (Is 59.19). Aleluia!

Não importa o que o diabo faça contra nós – o poder de Deus será sempre maior do que dele!

Você pode perguntar: “Mas como é que Deus traz socorro em nossos problemas?”.
Então, passo a explicar: O socorro de Deus nos vem da Sua presença em nós... o socorro vem de Deus habitando em nós.

O apóstolo Paulo ensinava: nosso corpo é o templo do Espírito Santo, do Espírito de Deus. Somos habitação de Deus!

Ah! Se nós simplesmente entendêssemos essa verdade, nunca mais teríamos medos nem sustos.
Eu preciso aprender mais fundo essa lição... Mesmo depois de todos os meus anos de vida com Deus, ainda me vejo tentando sentir alguma emoção para confirmar Sua presença comigo.  Mas não! ...aqui, o Senhor está dizendo: 
“Você não precisa ficar horas Me esperando. Eu habito em você. Eu estou presente... de dia e de noite, estou com você”.

No Sl 16.7-8, Davi deu esse testemunho: “Bendirei o Senhor, que me aconselha; na escura noite o meu coração me ensina! 8 Sempre tenho o Senhor diante de mim. Com ele à minha direita, não serei abalado. Davi está declarando: “Deus está sempre presente diante de mim. E estou determinado a mantê-Lo presente em meus pensamentos. Ele fielmente me guia dia e noite. Nunca preciso ficar confuso”.

Alguns crentes andam dizendo: “Deus nunca fala comigo”. E ficam impressionados quando alguém lhes chega e diz: “Deus me falou”. Aí, eles tornam a dizer, fazendo beicinho: “Pois comigo Deus não fala...”.
Mas, ora, como podemos declarar que o Espírito de Deus vive em nós e que não fala conosco?

Se falamos que Ele está bem presente em nossos corações, sempre à nossa mão direita, pronto para dirigir as nossas vidas – então Ele deseja falar conosco!

O que se passa, é que alguns crentes temem dar ouvidos à “voz interior” ...acham que é a voz do inimigo.
Por certo, é uma preocupação válida a todo crente. Afinal, o diabo falou com Jesus.

Mas com muita freqüência, tal cuidado se transforma em medo paralisador. E esse medo impede muitos crentes de deslancharem na fé.

Mas se você separa um tempo, todos os dias, para passar em quietude na presença de Deus, não há necessidade de ter esse medo, porque você irá se familiarizar com a voz de Deus e saberá distingui-la de todas as outras.
Quando minha esposa me fala ao telefone, eu não preciso perguntar “Alô! Quem fala?”, porque na primeira palavra, eu já sei que é ela, porque estou familiarizado com a voz dela.

Jesus disse que Sua voz seria reconhecida. Ele falou isto: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz” (Jo 10.27).

Em todas as vezes que o Espírito Santo falou, os que escutaram, souberam, de modo claro, que era Deus falando... porque o Espírito Santo sempre fala com clareza.
Preste atenção, por exemplo, nestas instruções que o Espírito de Deus trouxe para um homem de nome Cornélio; lemos aqui na Bíblia em At 10.5-6: “...mande alguns homens a Jope para trazerem um certo Simão, também conhecido como Pedro, 6 que está hospedado na casa de Simão, o curtidor de couro, que fica perto do mar”. Isso é que é instrução detalhada. Aleluia!

E, sabe, enquanto isso, Deus dava instruções igualmente detalhadas para Pedro, lemos assim: “...o Espírito lhe disse: “Simão, três homens estão procurando por você. 20 Portanto, levante-se e desça. Não hesite em ir com eles, pois eu os enviei”.

O Espírito Santo agiu desse jeito também na vida de Paulo.
Em Atos 9, ele ainda era chamado Saulo, ficou sem visão por três dias em Damasco. Então, Deus orientou um homem chamado Ananias para ir aonde Paulo estava e orar por ele.

Na Bíblia, lemos isto (At 9.11): “O Senhor lhe disse: “Vá à casa de Judas, na rua chamada Direita, e pergunte por um homem de Tarso chamado Saulo. Ele está orando”

Diga: onde a Bíblia mostra que o Espírito Santo parou de dar instruções detalhadas ao povo de Deus? Quando foi que o Espírito Santo parou de estar  presente em nossas vidas? Quando foi que Ele nos abandonou? O diabo fala aos seus filhos. Por que o Senhor não falaria ao Seu próprio povo?

No entanto, temos de compreender isso: a sensibilidade que nos permite ouvir a voz de Deus não vem da noite para o dia.
Você precisa se familiarizar... precisa estar todos os dias no seu quarto de oração... só então estará capacitado.
Muitas vezes o Senhor tem me falado, Ele diz: “Walter, não faça tal coisa, ou faça aquilo...”. E mesmo assim, houve vezes em que eu resolvi fazer do jeito que eu queria. E nessas vezes, Deus me deixou entrar em dificuldade.

Porque Deus diz, leio em Is 48.17-18: “Assim diz o Senhor, o seu redentor, o Santo de Israel: “Eu sou o Senhor, o seu Deus, que lhe ensina o que é melhor para você, que o dirige no caminho em que você deve ir. 18 Se tão-somente você tivesse prestado atenção às minhas ordens, sua paz seria como um rio, sua retidão, como as ondas do mar”.

Eu ainda estou aprendendo... quero que a paz de Deus, sobrenatural, flua como um rio em minha alma.

Voltando ao Salmo 46, lemos no v.1: “Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia”.
Leio isto e ouço Deus perguntando à igreja hoje: “Vocês creem que Eu ainda fale ao Meu povo? Vocês creem que Eu concedo socorro e direção?

Amado irmão/irmã, você realmente crê que Deus quer lhe falar todo dia, toda hora, momento a momento?” Quantos creem?

Pois a nossa resposta tem de ser como a de Davi. Num outro Salmo, lemos que Davi fez essa declaração sobre o Senhor, ele disse: “O conselho do Senhor dura para sempre, os desígnios do seu coração por todas as gerações” (33:11).

A Bíblia deixa claro: o nosso Deus falou ao Seu povo no passado, e está falando ao Seu povo agora, e continuará falando a nós até os fins dos tempos.

E, sabe, Deus vai direto ao ponto... Deus quer falar a você sobre o seu problema hoje.
Pode ser através da Sua palavra escrita – a Bíblia... pode ser através de um amigo, ou através da voz silenciosa e suave do Espírito Santo, lhe cochichando: “Esse é o caminho, vá por ele”.

Entretanto, não importa muito qual o meio que Deus use... 
Ele fala e você reconhecerá a Sua voz. 
Aleluia!



x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

VOCÊ É AMIGO DE DEUS?




Como é bom ter um amigo fiel, daqueles que a gente sabe que pode confiar em qualquer situação da vida. Seja nos momentos de alegria ou de profunda tristeza, ele está ali, ao seu lado, pronto para te estender a mão. Um amigo verdadeiro é tão especial, que muitas vezes ele é mais íntimo do que um irmão de sangue: 
"Quem tem muitos amigos pode chegar à ruína, mas existe amigo mais apegado que um irmão" (Provérbios 18:24).
O rei Davi é considerado um dos maiores guerreiros da Bíblia, porém, houve um tempo em que ele passou por momentos muito difíceis. Ele e seu exército se preparavam para fugir, porque Absalão, seu filho, tentava matá-lo para tomar o seu trono. A tristeza de Davi foi tão grande que ele chegou a escrever diversos salmos para expressar seus sentimentos.
Contudo, no meio de tanta angústia e solidão, Davi recebeu um presente que dinheiro algum poderia pagar: a fidelidade de um amigo
Veja: "Itai respondeu ao rei: ‘Juro pelo nome do Senhor e por tua vida que onde quer que o rei, meu senhor, esteja, ali estará o seu servo, para viver ou para morrer!’"(2 Samuel 15:21).
Davi permitiu que Itai ficasse em Israel para servir o novo rei, mas aquele homem se recusou a integrar o exército de Absalão e demonstrou fidelidade a Davi. Enquanto muitos abandonariam o amigo e se uniriam ao inimigo por medo de perder a vida, Itai se mostrou pronto a viver e morrer em nome daquela amizade. Ele não tinha obrigação nenhuma com Davi, mas, mesmo assim, escolheu ficar ao lado dele.
Essa história de amizade me faz pensar que Deus quer que sejamos tão fiéis quanto Itai foi a Davi. Ele espera amigos prontos a viver e morrer pela Sua Palavra! Só que esta não é uma tarefa tão fácil. Basta que alguém zombe da nossa cara quando falamos de Deus para nos calarmos, ou então uma provação para questionarmos o poder do Senhor, e uma oferta de prazer momentâneo para nos fazer cair em tentação... Enfim, coisas tão pequenas nos fazem virar as costas para Ele.
Uma das frases que mais gostamos de ouvir é "Deus é fiel", mas nos esquecemos que Ele também nos diz: "Seja fiel até a morte"! (Ap 2:10). 
Você acha justo exigirmos a fidelidade de Deus e o cumprimento de Suas promessas, se nós não somos fiéis a Ele? Eu não acho! Ainda assim, a Bíblia diz que "Se somos infiéis, ele permanece fiel, pois não pode negar-se a si mesmo" (2 Timóteo 2:13).
Essa passagem escrita pelo apóstolo Paulo não quer dizer que podemos ser infiéis e Deus não se importará com isso. Ela mostra que, ainda que falhemos e não consigamos manter a fidelidade; pois somos pecadores, o Senhor se mantém íntegro. Ele nos entende e espera que reconheçamos nossas falhas e nos arrependamos de verdade.
Mais do que isso, temos que ser servos fiéis! Não podemos nos envergonhar da nossa fé, mas defendê-la com a vida ou a morte, se for preciso. Mas não devemos ser fiéis por medo ou obrigação; mas por causa da nossa amizade com Deus. Tem um louvor que eu gosto muito de cantar que diz assim: "Não existe nada melhor do que ser amigo de Deus. Caminhar seguro na luz, desfrutar do seu amor. Ter a paz no coração, viver sempre em comunhão. E assim perceber a grandeza do poder de Jesus meu bom pastor..." Não há nada melhor que isso, então, vamos ser íntimos do Senhor, através da nossa santidade e obediência.

Disse Jesus:
 "Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida pelos seus amigos. Vocês serão meus amigos, se fizerem o que eu lhes ordeno. Já não os chamo servos, porque o servo não sabe o que o seu senhor faz. Em vez disso, eu os tenho chamado amigos, porque tudo o que ouvi de meu Pai eu lhes tornei conhecido" (João 15:13-15).


x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

QUAL É O VERDADEIRO SENTIDO DA VIDA?


"Porque nele foram criadas todas as coisas nos céus e na terra, as visíveis e as invisíveis […] tudo foi criado por ele e para ele […]
 Ele é antes de todas as coisas, e nele subsistem todas as coisas”
 (Colossenses 1:16-17)

Porque vivemos? 
Qual o sentido da vida? Muitas das vezes achamos que o propósito da vida está em realizações pessoais, como: profissão bem sucedida, realização financeira ou mesmo a felicidade. Vai, além disso, é maior que todas essas coisas, maior que família, carreira e ambições.

Para sabermos por que estamos vivendo devemos começar pelo criador de todas as coisas – Deus. Não nascemos somente para cumprir propósitos pessoais, mas para cumprir o propósito do criador.

Esse sentido da vida tem sido estudado e procurado ao longo da existência humana. Filósofos têm tentado encontrar a resposta para esse enigma, teólogos e vários outros estudiosos e leigos. 

Não encontram porque começam de forma errada, quer se descobrir para depois descobrir o sentido da vida. Primeiro se descobre o criador depois porque ser criado. “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.”(Romanos 12:2)

Aprendemos que devemos olhar para dentro de nós para nos encontrar, não adianta, não nos conhecemos o suficiente para isso. Somos criaturas. Somos limitados.  Enquanto não compreender isso sua vida terá esse vazio que jamais consegui preencher.

Você precisa mais do conselhos e auto-ajuda, você precisa da ação redentora de Deus para mudar seu vazio interior e ele se chama Jesus Cristo que nos comprou por auto preço.

As suas escolhas você da conta de fazê-las, como escolher profissão, esposa (o), quantos filhos, onde morar. Já satisfação interior, e as perguntas que nada nem ninguém responde não encontrará nas religiões, nem em meditações. Ali não está o criador.

Não estamos abandonados sem rumo, sem onde encontrar soluções, temos a Bíblia Sagrada para podermos ali encontrar nossos propósito de vida. Este LIVRO é um manual do fabricante. Ali aprendemos como nos comportar a fazer escolhas, andar de forma a vivermos bem conosco e com o próximo. Aprendemos aquilo que nos fará encontrar vida e vida em abundância.  Você precisa entender que sua vida não é somente agora, mas ela é para ser vivida na eternidade com Cristo. Este tempo passará, sua carne morrerá e seu espírito para onde irá? Voltará para quem o criou Deus. Ele está esperando para que você retorne a Ele. Espera que vá viver sua eternidade junto a Ele.

Você não foi simplesmente uma escolha de seus pais, você tem um preço que foi pago por sua alma, não precisa estar a cada dia tentando em todas as formas religiosos ou não se encontrar. Alguém espera por você de braços abertos. Cristo Jesus filho de Deus pai ama você e deseja ter um relacionamento intimo e duradouro contigo.

Deus disse ao Profeta jeremias uma linda palavra que hoje trago anos pára entendermos como Deus cuida de um de nós quando damos a Ele o direito de nos fazer seus filhos em Cristo Jesus. “Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre te santifiquei; às nações te dei por profeta.”(Jeremias 1:5)

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...