domingo, 20 de abril de 2014

OBEDEÇA SOMENTE A VOZ DE DEUS!




O segredo é: 
ao ouvir a instrução, imediatamente, acerte-se com o Senhor.

Um triste exemplo de desprezo pela Palavra do Senhor está registrado em I Reis 13.

Um homem era verdadeiro profeta de Deus. Ele recebeu do Senhor a missão de ir a Betel revelar uma profecia contra o perverso rei Jeroboão, que estava lá para queimar incenso junto ao altar. O homem de  Deus se dirigiu àquele lugar e, destemidamente, entregou a mensagem ao rei, o qual ficou enfurecido, estendendo, por isso, sua mão para destruir o profeta. Contudo, em vez de conseguir segurar o homem de Deus, sua mão secou-se no mesmo instante. O rei, então, aterrorizado, suplicou o favor do profeta para que orasse por ele. Com a oração do profeta, a mão do rei voltou a ficar boa. Imediatamente, a profecia contra o altar se cumpriu, o que prova que ele era um profeta de verdade.

No entanto, o profeta não se apegou à instrução como deveria. Ele havia recebido de Deus ordens específicas no sentido de não comer pão nem beber água naquela terra. De início, ele as cumpriu, pois o rei, agradecido pela mão restituída, o convidou para ir até a sua casa ser seu hóspede; ele recusou categoricamente, cumprindo as determinações do Senhor.

Porém o homem de Deus disse ao rei: Ainda que me desses metade da tua casa, não iria contigo, nem comeria pão, nem beberia água neste lugar.
Porque assim me ordenou o SENHOR pela sua palavra, dizendo: Não comerás pão, nem beberás água e não voltarás pelo caminho por onde foste. E foi-se por outro caminho e não voltou pelo caminho por onde viera a Betel.
I Reis 13. 8-10

Os filhos de um profeta idoso contaram ao pai o que havia ocorrido. O profeta idoso, então, foi  atrás do jovem profeta, o encontrou e instou para que fosse a casa dele. Ele lhe deu a mesma resposta que dera ao rei Jeroboão. O profeta idoso, contudo, usando de malícia, disse-lhe que havia recebido de Deus novas instruções, e que o jovem deveria seguir com ele a casa, comendo e bebendo para saciar sua fome e sede. Ele acreditou; veja o que aconteceu:

E voltou ele, e comeu pão em sua casa, e bebeu água. E sucedeu que, estando eles à mesa, a palavra do SENHOR veio ao profeta que o tinha feito voltar.
E clamou ao homem de Deus que viera de Judá, dizendo: Assim diz o Senhor: Visto que foste rebelde à boca de SENHOR e não guardaste o mandamento que o SENHOR, teu Deus, te mandara; antes, voltaste, e comeste pão, e bebeste água no lugar que te dissera: Não comerás pão, nem beberás água, o teu cadáver não entrará no sepulcro de teus pais. E sucedeu que, depois que comeu pão e depois que bebeu água, albardou ele o jumentou para o profeta que fizera voltar. Foi-se, pois, e um leão o encontrou no caminho e o matou; e o seu cadáver estava lançado no caminho, e o jumento estava parado junto a ele, e o leão estava junto ao cadáver.
I Reis 13. 19-24


Não importa o que A ou B diga; importa a instrução que o Senhor tem dado por meio de Sua palavra.

A pessoa pode ter passado a vida toda errando por não ter conhecimento da verdade.
O Senhor Deus não o terá por responsável desde que ela, ao ouvir a verdade, se arrependa do que estava a fazer e peça-Lhe perdão. O segredo é: ao ouvir a instrução, imediatamente, acerte-se com o Senhor.

Cessa, filho meu, ouvindo a instrução, de te desviares das palavras do conhecimento.
Provérbios 19. 27


x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif





sexta-feira, 18 de abril de 2014

PÁSCOA... JESUS ESTÁ VIVO... RESSUSCITOU... E VOLTARÁ!!!




A  RESSURREIÇÃO


No primeiro dia da semana, de manhã bem cedo, as mulheres levaram ao sepulcro as especiarias aromáticas que haviam preparado.

Encontraram removida a pedra do sepulcro, mas ao entraram não acharam o
corpo do Senhor Jesus.
Aconteceu que, perplexas sem saber o que fazer.

 De repente, apareceu-lhes dois anjos com vestes resplandescentes.


Amedrontadas, as mulheres baixaram o rosto para o chão,  e eles lhes falaram:
 "Porque vocês estão procurando entre os mortos aquele que vive?

Ele não esta aqui!
 RESSUSCITOU! 

Lembrem-se do que Ele lhes disse, quando ainda estavam com vocês na Galileia: 
"É necessário que o filho do homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, seja crucificado e ressuscite no terceiro dia". 

RecadosOnline.com






PÁSCOA

Esta semana se comemora o dia do maior evento registrado pela a história a ressurreição de 
Jesus de Nazaré o Cristo do DEUS vivo,
Ao qual todo poder foi dado e que venceu a morte
Oportunidade para todos nós desfrutarmos da verdadeira esperança e amor ao próximo.

Feliz Páscoa!!!

www.RecadosOnline.com

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif





segunda-feira, 14 de abril de 2014

DEUS QUER FALAR CONTIGO: Nos últimos dias da Igreja de Cristo na Terra!



Nos últimos dias Deus tem se manifestado e dado à direção de postar suas profecias dando seus últimos avisos a uma igreja apóstata e cheia de rebeldes; enquanto há vida, a esperança. Examine e não despreze as profecias expostas pelo Senhor com enigmas para sua edificação espiritual.




Isaías 55: 6
Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.

Oseias 4: 6
O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, também eu te rejeitarei, para que não sejas sacerdote diante de mim; e, visto que te esqueceste da lei do teu Deus, também eu me esquecerei de teus filhos.

Mateus 8: 12
E os filhos do reino serão lançados nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.

Oseias 4: 9
Por isso, como é o povo, assim será o sacerdote; e castigá-lo-ei segundo os seus caminhos, e dar-lhe-ei a recompensa das suas obras.





RECADO DE DEUS PARA NÓS!!!



"Olha como tenho que trabalhar, tenho pressa, tenho muita pressa! 
Por isso vou usar vós para pregar o Meu Verdadeiro Evangelho; quando vires alguém que mando pregar o Meu Evangelho, façam isso como se fosse a última alma a ser salva; com todo amor, zelo e carinho."







O arrebatamento é real...
"Quando Meu Filho voltar, as Igrejas continuarão cheias porque na maioria não levarei ninguém e em outras levarei apenas alguns."






"Olha como as igrejas estão podres buscando seus próprios interesses; agradando  a homens. Muitas EU (Jesus) nunca nem entrei e outras EU entrei por causa de um... Apenas um!"







"Me agrado com aqueles que conhecem o Meu Evangelho e o pratica, que não tem medo de falar a verdade; entretanto muitos que estão nas igrejas são guias cegos, sem entendimento...
verdadeiros sepulcros caiados"





NÃO SE ENGANE...


Diante de tanta podridão na nossa sociedade pós-moderna, nós cristãos só podemos aguardar uma solução, a nossa pátria que está nos céus. Enquanto aqui vivermos somos como peregrinos em terra estranha, trabalhando como se Cristo demorasse pra voltar, mas aguardando ansiosamente sua volta como se Ele voltasse hoje! E sabemos que os sinais nos mostram que o Arrebatamento está às portas! E você meu amigo, está preparado para o encontro com o Senhor nos ares?

Que o amor de Deus esteja sobre sua vida!

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



sexta-feira, 11 de abril de 2014

LIDERANÇA GOSPEL versus AMOR AO PRÓXIMO!




A verdadeira religião vem de um coração honesto, temente a Deus e a Sua Palavra. 

A Bíblia diz em Isaías 29:13
  "O Senhor disse: 
Visto que este povo se aproxima de mim e com a sua boca e com os seus lábios me honra, mas  o seu coração está longe de mim  e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, que maquinalmente aprendeu." 



A verdadeira religião está focada em 

JESUS 

e não em filosofias. 


A Bíblia diz em Colossenses 2:8
 “Tendo cuidado para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo.”


A verdadeira religião produz frutos espirituais. 

A Bíblia diz em Mateus 21:43
 “Portanto eu vos digo que o reino vos será tirado e será entregue a um povo que lhe produza os respectivos frutos.” 

A verdadeira religião é ajudar os outros e manter-se fiel ao Senhor. 

A Bíblia diz em Tiago 1:27
 "A religião pura e imaculada para com o nosso Deus e Pai é esta:
Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações e a si mesmo guardar-se incontaminado do mundo."

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif




quinta-feira, 3 de abril de 2014

DOMÍNIO PRÓPRIO: buscar é preciso!




 DOMÍNIO PRÓPRIO
 OU
TEMPERANÇA

No grego, esta palavra, egkrateis, significa: "autocontrole", "domínio próprio", "ponto de equilíbrio entre um extremo e outro", "estado ou qualidade de ser controlado" ou "moderação habitual".

Define-se a "temperança" como a virtude que, tanto no agir como no julgar, evita extremos. Na vida espiritu­al, por exemplo, ser extremamente metódico ou formal, não é bom; ser fanático, é perigoso; e estes extremos podem levar o cristão a considerar sua igreja ou sua religião apenas como um meio de refúgio.

O fanatismo pode levar as pessoas a cometer excessos ou loucuras, com prejuízo para elas próprias e a outrem. A sobriedade é muito importante, tanto na vida social quanto na espiritual.

As Escrituras mostram-nos o verdadeiro caminho do domínio próprio: 
"Vês aqui, hoje te tenho proposto a vida e o bem, e a morte e o mal... Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua semente" (Dt 30.15,19).
O caminho da vida é realmente o que devemos trilhar, conforme Isaías 30.21: "Este é o caminho; andai nele, sem vos desviardes nem para a direita nem para a esquer­da".

Pessoas há que crescem desordenamente na vida espi­ritual, tornando-se um problema para a igreja e para a família. Outras procuram ordenar seus passos de acordo com a orientação bíblica de crescer na graça e no conhe­cimento (2 Pe 3.18).

O sal em excesso pode matar.

A luz demasiado forte pode cegar.

O fogo fora de controle pode destruir.

A temperança ou domínio próprio aparece como uma das quatro virtudes cardeais da filosofia moral de Platão. As outras três são: sabedoria, coragem e justiça.
Outros filósofos gregos adotaram a idéia, e teólogos cristãos acrescentaram a tríade paulina fé-caridade-esperança, perfazendo assim as chamadas "sete virtudes car­deais" em que a mente humana estaria apoiada.
Quando o Espírito do Senhor implanta em nosso ser esta virtude espiritual, nossas ações e palavras passam a ser diretamente controladas por Ele. Existem várias reco­mendações bíblicas, para que "andemos no Espírito" (Gl 5.16) e "vivamos no Espírito" (Gl 5.25). Se permitirmos ao Espírito encher nossa vida, seremos também por Ele controlado.
A sobriedade é fundamental para o controle de nossas palavras e ações. O cristão deve ser dócil e amável; entretanto, deve saber dizer "não" quando for necessário (cf. Mt 5.37): "Domina-te a ti mesmo; enquanto não tiveres conseguido isso, serás apenas um escravo, porque será quase a mesma coisa que estar sujeito ao apetite alheio, ou às tuas próprias paixões".


O Novo Testamento recomenda que o cristão seja sóbrio:

•    "Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios..."
1 Ts 5. 8

•    "Mas tu sê sóbrio em tudo..." 
2 Tm 4. 5

•    "Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente sé­culo sóbria, justa e piamente"
 Tt 2. 12

•    "Portanto, cingindo os lombos do vosso entendi­mento, sede sóbrios..." 
1 Pe 1. 13

•    "E já que está próximo o fim de todas as coisas; portanto, sede sóbrios..."
 1 Pe 4. 7

•    "Sede sóbrios..."
 1 Pe 5. 8

O grande comentador Matthew Henry diz sobre a "tem­perança", ou o equilíbrio mental chamado "sobriedade": 
"Sede sóbrios, sede vigilantes contra todos os perigos e inimigos espirituais e sede equilibrados e modestos no co­mer, no beber, nas vestes, nas recreações, nos negócios e em toda a vossa conduta; sede dotados de mente sóbria até mesmo em vossas opiniões, e também humildes no julga­mento sobre vós mesmos".

AME!
x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



quarta-feira, 26 de março de 2014

MANSIDÃO: Exemplo que devemos imitar do Nosso Senhor Jesus!




MANSIDÃO


Jesus Cristo foi o exemplo da mansidão: 
"Aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração" 
(Mt 11.29). 

Outras passagens das Escrituras falam da "mansidão" de nosso Senhor, tanto no Antigo quanto no Novo Testa­mento 
(Sl 23.2; Is 40.11; Zc 9.9; Mt 11.29; 21.5; 2 Co 10.1 etc).

Três palavras hebraicas são usadas nas Escrituras para descrever o sentido de "manso", "mansidão": anaw -"estar inclinado" (Sl 22.26; 25.9; 37.11; 76.9; 147.6; Is 11.4; 29.19; Am 2.7; Sf 2.3); anavah - "gentileza", "hu­mildade", "mansidão" (Pv 15.33; 18.12; 22.4; Sf 2.3); anvah - "mansidão", "suavidade", "brandura" (Sl 18.35; 45.4).


A mansidão deve estar presente em cada detalhe da vida espiritual, nas obras e no viver. É preciso culti­var:

•   um espírito manso
 (1 Co 4.21; 1 Pe 3.4);

•   as obras de mansidão
 (Tg 3.13);

•   "a mansidão para com todos os homens" 
(Tt 3.2).

Muitas pessoas confundem este atributo com lentidão, timidez e até mesmo com covardia. Jesus era "manso e humilde de coração", mas é também descrito em outras passagens das Escrituras como "um guerreiro vingador" (Sl 45.3,4; Is 63.1-6; Ap 19.11-21).


No Novo Testamento, encontramos em diversas pas­sagens a palavra grega praus ("manso") e seu substanti­vo, prautes (Mt 5.5; 11.29; 21.5; 1 Co 4.21; 2 Co 10.1; Gl 5.22; 6.1; Ef 4.2; Cl 3.12; 2 Tm 2.25; Tt 3.2; Tg 1.21; 3.13; 1 Pe 3.4,15). 
Significa que esta virtude é considera­da uma grande qualidade espiritual, algo a ser desejado e buscado pelos santos.


PRÓXIMO POST
Domínio Próprio

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



quarta-feira, 19 de março de 2014

FIDELIDADE: Capacidade divina que se expressa pela obediência ao Evangelho de Cristo!





Fiel é Deus, pelo qual fostes chamados para a comunhão de seu Filho
 Jesus Cristo nosso Senhor
I Coríntios 1. 9
 


FIDELIDADE


Em 1 Coríntios 12. 9, a palavra "fé" aparece como um dos dons de poder. 
No texto de Gálatas, descreve uma qualidade do fruto do Espírito.

Em algumas traduções, o grego pistis ("fé") é traduzi­do por "fidelidade", a despeito do fato de que nenhuma fidelidade é possível sem o concurso da fé. Como dom de poder, significa aquela capacidade especial que vem so­bre o cristão diante de uma necessidade.

A fé, permanente em si mesma, opera no ser humano ocasional e momentaneamente. Porém, como fruto do Espírito, opera permanentemente na vida do salvo. Em outras palavras, a fé produz no crente o fruto da fidelida­de. A fidelidade é caracterizada pela firmeza de propósi­to, por uma atitude e uma conduta justa, pela devoção de alguém ser
 "fiel até a morte"
 Apocalipse 2.10

A fidelidade assim demonstrada denota a certeza de que tudo quanto Deus declarou ser sua intenção fazer terá pleno cumprimento. 


Todas as promessas de Deus ao homem são confirma­das com o selo da sua fidelidade. Isso dá ao cristão a ousadia e a confiança "para entrar no Santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne, e tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus, cheguemo-nos com verdadeiro coração, em inteira certeza de fé... retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu" 
Hebreus 10.19-23 


Deus é imutável!
 Por conseguinte, entende-se que Ele nunca muda em seus propósitos, atributos, conselhos e natureza.
 Deus é sempre o mesmo, em qualquer dimen­são.

A fidelidade visa também produzir esta mesma natu­reza, pois somente assim o crente irá "proceder fielmente em tudo que faz" 
3 João 5



PRÓXIMO POST:
Mansidão


x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



sábado, 15 de março de 2014

BONDADE: Atributo divino que se manifesta pelo amor ao próximo!







 BONDADE


Quando Jesus falou para o jovem rico: 
"Por que me chamas bom? 
Ninguém há bom, senão um, que é Deus" 
Lucas 18. 19, Ele queria dizer, em outras palavras: 
"Nin­guém é infalivelmente bom, a não ser Deus".
 Os homens podem ser bons; entretanto, isto não significa bondade, pois são limitados para exercer tal atributo.


Nas Escrituras, o homem bom é retratado como sendo acompanhado por Deus:
 "Os passos de um homem bom são confirmados pelo Senhor, e ele deleita-se no seu caminho" 
Salmo 37. 23

Lutero assim defendia esta qualidade:
 "Uma pessoa é bondosa quando se dispõe a ajudar aqueles que estão em necessidade".


Somente pela bondade teremos graça no coração para cumprir certos mandamentos de Cristo. Por exemplo, nosso Senhor nos ensinou a amar nossos inimigos e até bendizê-los: 
"Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próxi­mo e aborrecerás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos mal-­tratam e vos perseguem" 
Mateus 5. 43 e 44

Paulo relembra as palavras do Senhor na epístola aos Romanos, no Capítulo 12, nos
versículos 14, 17 e 21: 
"Abençoai aos que vos perseguem; abençoai e não amaldiçoeis. A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas perante todos os homens. Se for possível, quanto estiver em vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira [de Deus], porque está escrito: Minha é a vingança; eu recompensarei, diz o Senhor. Portanto, se teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça. Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem".


Com efeito, vivemos dias difíceis em que existe desa­mor até para com os bons 2ª Timóteo 3. 3, e somente através do fruto da bondade os homens poderão voltar à 
base de todas as qualidades espirituais:
 "o primeiro amor" 
Apocalipse 2. 4



PRÓXIMO POST
Fidelidade

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



segunda-feira, 10 de março de 2014

BENIGNIDADE: Devemos imitar a Cristo, Ele foi o modelo e o exemplo!




BENIGNIDADE


O termo "benignidade" (no grego, chrestotes) traz a idéia de "gentileza", "bondade" etc.

Sobre este fruto do Espírito escreve Martinho Lutero:
"Os seguidores do Evangelho não devem ser inflexíveis e amargos, mas antes, gentis, suaves, corteses e de fala mansa, ainda que com poder e autoridade, o que deveria encorajar outros a buscarem sua. companhia... 
A gentile­za pode dar-se bem até mesmo com pessoas ousadas e difíceis...
 Nosso Salvador Jesus Cristo, era uma pessoa imensamente gentil... 
Acerca de Pedro, ficou registrado que ele chorava sempre que se lembrava da suave genti­leza de Cristo em seus contatos diários com as pessoas...
 e depois, quando apenas "olhou para ele"... 
concedendo-lhe o perdão por ter negado seu Mestre três vezes".


Deus é o exemplo originário da benignidade, e Cristo, deu o exemplo
passando a ser o nosso modelo 
2ª Coríntios 10. 1




Salmos 119. 64 exalta a benignidade de Deus:
 "A ter­ra, ó Senhor, está cheia da tua benignidade..." 

Esta quali­dade faz do crente uma pessoa compassiva,
 cheia de ternura e, sobretudo, contemplativa para com os menos privilegiados.



PRÓXIMO POST
Bondade

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



domingo, 2 de março de 2014

CARNAVAL: A Hora das Trevas!

Ilusão disfarçada de alegria !



Gostaria de contribuir de alguma forma na abordagem do tema: "Evangelismo no Carnaval", o qual considero relevante e ao mesmo tempo de intenções duvidosas  por parte de alguns dirigentes evangélicos. Penso haver certa insensatez  até para os bem intencionados, pois lhes faltariam o bom senso de se colocarem no lugar dos membros de uma igreja evangélica, no sentido de avaliar com mais discernimento os riscos que os mesmos poderiam estar submetidos na evangelização nos dias de carnaval.



A forma com que esta festa da carne é realizada no Brasil, alcança uma dimensão espiritual de densas trevas; onde a anarquia, o vandalismo, a sensualidade, a promiscuidade, a violência e outras abominações do tipo são atuantes, em corpos, mentes e corações dos adoradores do deus deste século. Portanto, não seria prudente expor a Igreja de Cristo (ovelhas) a pregar o Evangelho para aqueles que não estão interessados em ouvir as palavras de vida eterna.

Analisando do ponto de vista governamental, o Estado torna-se conivente com o pretexto de se tratar de uma festa popular, como também algumas autoridades constituídas vêem nesta grande concentração de pessoas, mais uma oportunidade de levantarem suas bandeiras partidárias com objetivos meramente eleitoreiros. Assim sendo, a baderna oficializa-se e organiza-se de forma  visivelmente depravada.



OBSERVAÇÃO
Os que não se encontram no "camarote da observação" e sim na "arquibancada" e as vezes na "geral",  de quem não tem o privilégio de morar na Zona Sul e sim em Subúrbios, quando não em Periferias.



CHEGO A SEGUINTE CONCLUSÃO

Os templos deveriam abrir nos dias de carnaval para que seus membros pudessem frequentá-los somente na parte da manhã, período este em que os foliões encontram-se dormindo. Quanto ao horário noturno, o templo não deveria abrir suas portas, pois os transportes de massa estariam abarrotados dos admiradores do carnaval assim como praças e ruas, estariam com seus espaços ocupados com blocos carnavalescos e foliões dificultando também o tráfego de veículos, e consequentemente, o transitar dos cristãos aos seus respectivos Templos.





Enquanto isso, no evangelismo durante o carnaval...


PRUDÊNCIA
Com relação ao Evangelismo noturno, não creio que esta exposição ao carnaval pudesse render frutos, a não ser que: Os templos permanecessem abertos somente com obreiros consagrados para a missão de receber os necessitados de socorro espiritual, mesmo vindo do carnaval, libertando-os do engano de Satanás e acolhendo-os junto ao Corpo de Cristo, com a pregação do Evangelho da Paz.


E os que não estiverem preparados para essa Missão, que não exponha a Igreja ao perigo.   
Ao contrário, que prudentemente conduzam suas ovelhas para local apropriado (retiro), onde haja oração, intercessão e estudo das Boas Novas do Evangelho de Cristo.







Bloco Carnavalesco Gospel
"Cara de Leão"

ATENÇÃO
Não se espelhem em líderes que expõe e manipulam suas ovelhas, visando interesses eleitoreiros, haja vista"As marchas para Jesus", as quais tem elegido alguns pseudos cristãos e outros interessados no poder de influência e de manipulação desses mesmos dirigentes evangélicos, os quais fazem barganhas política para alcançarem seus objetivos, sem no entanto terem a direção do Espírito Santo para tal manifestação; já que, o Senhor Jesus não precisa de nenhum tipo de marcha e muito menos de blocos carnavalescos gospel.







SEJAMOS PORTANTO:
"Prudentes como as serpentes e símplices como as pombas".
Mateus  10. 16b


Fonte:  
Blog do Discípulo de Cristo

 CARNAVAL: A Hora das Trevas!



Logo após o carnaval, darei continuidade ao estudo sobre os Frutos do Espírito.
Até breve!

x_3e1c66cc photo x_3e1c66cc_zps06a001ac.gif



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...